Não sabe como aplicar no Tesouro? Teste o simulador

Investir no Tesouro Direto é uma excelente alternativa para atingir seus objetivos financeiros

O ano segue e você percebe que a hora de poupar é agora. Já pesquisou sobre poupanças e outros tipos de investimentos, mas ainda não escolheu o que mais se enquadra no momento. Saiba que investir no Tesouro Direto é uma excelente alternativa para atingir seus objetivos financeiros. E, pensando nisso, foi criado o simulador online personalizado para facilitar o entendimento e a ajudar na escolha da aplicação para o investidor. Com ele, você dará o pontapé inicial e, ainda, descobrirá qual o título é mais adequado ao seu perfil, comparando com outros investimentos disponíveis no mercado financeiro.

Se você não souber qual título escolher, a ferramenta indicará a opção para te ajudar a descobrir qual é o mais indicado. Entretanto, se já tiver uma aplicação em mente, pode prosseguir com a simulação.

Para começar, escolha um objetivo

É importante definir o que pretende fazer com a renda a ser aplicada, até para que se tenha um planejamento financeiro e seja mais fácil de concretizar o objetivo. Ter um plano proporcionará norteamento para projetar resultados a curto, médio e longo prazo.

Quer fazer uma viagem nas férias? Comprar uma casa ou um carro? Garantir a faculdade dos filhos? Para cada um desses objetivos, há uma boa opção de investimento para você escolher.

Ao planejar o destino do dinheiro, você precisará definir o tempo desse investimento. A partir daí, de maneira explicativa, o site trará informações sobre qual é o prazo (curto, médio, longo e “não sei”) para investir e a disponibilidade do dinheiro, caso haja alguma situação emergencial. Se ainda não tiver escolhido o prazo ou não quer comprometer-se, pode seguir clicando em “não sei”.

Essas etapas podem determinar quanto vai ganhar no vencimento ou preservar o poder de compra ao longo dos anos.

Como definir o recebimento da aplicação

Você pode optar por receber a cada seis meses ou apenas no vencimento. Entretanto, existem cobranças de imposto de renda sobre os rendimentos a cada seis meses. Vale lembrar que a aplicação financeira considerada mais segura são os títulos públicos, mas há os prefixados, que não possuem inflação no período, e os títulos ligados ao IPCA que mantêm o poder de compra e são protegidos da inflação.

Quando se simula o rendimento da aplicação, se permite calcular, com base na quantia, quanto você receberá no vencimento. Se não estiver de acordo, você tem a liberdade de personalizar, alterar os parâmetros e refazer os cálculos.

A ferramenta também possibilita apresentar ao investidor qual valor ele acumulará ao longo dos anos e qual foi o rendimento líquido no período, descontando imposto de renda e taxas.

O site ainda faz comparações de retorno com outros investimentos: poupança, fundos DI, CDB (Certificado de Depósito Bancário), LCI (Letra de Crédito Imobiliário) e LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) e estabelece projeção de rentabilidade líquida dos seus investimentos no cenário atual do mercado.

Com o simulador do Tesouro Direto, ficou mais fácil escolher a melhor maneira de poupar o seu dinheiro. Que tal começar a simulação agora mesmo?

Tags: dinheiro investimento tesouro direto títulos

Veja mais